Feeds:
Posts
Comentários

“Era uma vez uma mulher que se sentia muito insatisfeita em todos os níveis e foi consultar uma cartomante que lhe disse que a causa de todos os seus infortúnios era um sapo seco, guardado numa caixa, que foi enterrado no bairro em que ela morava na intenção da manutenção desses infortúnios.

E partir disso, ela saiu por seu bairro que era muito grande, procurando áreas vazias onde ela pudesse cavar para encontrar a tal caixa com um sapo seco dentro, que era a causa de todos os seus infortúnios.

Todos os dias essa mulher era vista pelo bairro com uma enxada na mão, cavando, cavando, procurando a tal caixa com o sapo seco dentro que era a ………………………………. .

Um dia, ao cavar num lote vago num lugar bem ermo do bairro, ela sentiu que a enxada bateu n’alguma coisa que fez um barulho como se fosse uma caixa de madeira. Ao cavar mais atentamente e com cuidado, ela viu surgir da terra uma caixa de madeira com aspecto muito antigo e, limpando-a por cima, viu que havia em sua tampa uns escritos talhados que diziam que aquela caixa pertencera a um alquimista, que a enterrou ali e, ali dentro, estava o fruto de anos de trabalho e de pesquisas.

A data inscrita datava mais de 200 anos atrás. Ao abrir a caixa, a mulher se deparou com muitas pedras caríssimas, como enormes diamantes e esmeraldas e muitos vidros com rótulos antigos que diziam: elixir da beleza eterna, elixir da alegria interior profunda, elixir da sabedoria, elixir da serenidade interior completa, elixir da paz celestial, elixir da simplicidade, e tantos outros elixires.

Olhou tudo e disse: – Não é isso que estou procurando! Ela fechou a tampa da caixa, devolveu a terra por cima e saiu dali com sua enxada na mão procurando uma caixa que continha um sapo seco dentro, que era a causa de todos os seus infortúnios.”

…Como acredito piamente em meus pensamentos, olho pra dentro.
Não estou inteiro na realidade. Deixo passar oportunidades. Não tenho tempo interno para olhar ao meu redor. No entanto, não existe outro tempo ou lugar.
Olhar para a caixa que está em nossas mão, conhecer seu valor e função, é
olhar e viver o meu “Presente”, que é onde estou…

Anúncios

ESSÊNCIA

“Não há nenhum caminho,nenhum lugar para se ir,nenhum conselheiro,nenhum professor,nenhum mestre.Você é o que a existência quer que você seja.Então, relaxe.”

Osho

“Somos muito bons em preparar para a vida,mas, não somos muito bons em viver.Sabemos sacrificar 10 anos por um diploma e estamos dispostos a trabalhar arduamente para conseguir um emprego, um carro, uma casa, etc.Mas temos dificuldade de lembrar que estamos vivos apenas no momento presente, o único momento que existe para estarmos vivos.”

Thich Nhat Hanh

ESSÊNCIA

“Você só pode compartilhar aquilo que você é, e, quando o compartilha, repercute em você.
Essa é a lei.
A vida reflete e ecoa tudo o que você lança na vida — vem de volta, mil vezes mais vem de volta.
Sorria, e a existência inteira sorri para você. Grite e insulte, e a existência inteira grita e o insulta.
E você é a causa de tudo isso; você cria o processo inteiro.”
OSHO

A LINGUAGEM DA ALMA

Pare para ouvir o coração.
Afaste-se do barulho e acolha com amor o ruído de suas inquietações.
Sintonize-se na freqüência dos batimentos da alma.
A alma é um ser vivo cuja linguagem é o silêncio e a respiração é a paz…Você é a alma.
Nessa percepção tudo se aquieta, dentro e fora.
Nesse estado Deus consegue ouvir você.
A linguagem de Deus também é o silêncio.
E a respiração Dele é o Amor.
Silêncio é a senha para conectar com Deus… Amor divino é a experiência.
Brahma Kumaris
Que jamais, em tempo algum,o teu coração acalente ódio.
Que o canto da maturidade jamais asfixie a tua criança interior.
Que o teu sorriso seja sempre verdadeiro.Que as perdas do teu caminho sejam sempre encaradas como lições de vida.
Que a musica seja tua companheira de momentos secretos contigo mesmo.

Que os teus momentos de amor contenham a magia de tua alma eterna em cada beijo.

Que os teus olhos sejam dois sóis olhando a luz da vida em cada amanhecer.
Que cada dia seja um novo recomeço, onde tua alma dance na luz.

Que em cada passo teu fiquem marcas luminosas de tua passagem em cada coração.

Que em cada amigo o teu coração faça festa, que celebre o canto da amizade profunda que liga as almas afins.

Que em teus momentos de solidão e cansaço, esteja sempre presente em teu coração a lembrança de que tudo passa e se transforma, quando a alma é grande e generosa.

Que o teu coração voe contente nas asas da espiritualidade consciente, para que tu percebas a ternura invisível, tocando o centro do teu ser eterno.

Que um suave acalanto te acompanhe, na terra ou no espaço, e por onde quer que o imanente invisível leve o teu viver.

Que o teu coração sinta a presença secreta do inefável!

Que os teus pensamentos e os teus amores, o teu viver e a tua passagem pela vida, sejam sempre abençoados por aquele amor que ama sem nome. Aquele amor que não se explica, só se sente.

Que esse amor seja o teu acalento secreto, viajando eternamente no centro do teu ser.
Que a estrada se abra à sua frente.

Que o vento sopre levemente às suas costas.

Que o sol brilhe morno e suave em sua face.

Que respondas ao chamado do teu Dom e encontre a coragem para seguir-lhe o caminho.
Que a chama da raiva te liberte da falsidade.

Que o ardor do coração mantenha a tua presença flamejante e que a ansiedade jamais te ronde.
Que a tua dignidade exterior reflita uma dignidade interior da alma.
Que tenhas vagar para celebrar os milagres silenciosos que não buscam atenção.

Que sejas consolado na simetria secreta da tua alma.
Que sintas cada dia como uma dádiva sagrada tecida em torno do cerne do assombro.
Que a chuva caía de mansinho em seus campos…

E, até que nos encontremos de novo…
Que os Deuses lhe guardem na palma de Suas mãos.
Que despertes para o mistério de estar aqui e compreendas a silenciosa imensidão da tua presença.

Que tenhas alegria e paz no templo dos teus sentidos.
Que recebas grande encorajamento quando novas fronteiras acenam.
Que este amor transforme os teus dramas em luz, a tua tristeza em celebração, e os teus passos cansados em alegres passos de dança renovadora.
Que jamais, em tempo algum, tu esqueças da Presença que está em ti e em todos os seres.

Que o teu viver seja pleno de Paz e Luz!

QUANDO SE VÊ

“A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é Natal…
Quando se vê, já terminou o ano…

… Quando se vê não sabemos mais por onde andam nossos amigos…
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado…

Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casaca dourada e inútil das horas…
Eu seguraria todos os meus amigos, que já não sei como e onde eles estão e diria: vocês são extremamente importantes para mim.

Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo…
Dessa forma eu digo, não deixe de fazer algo que gosta devido a falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.”

~ Mário Quintana, “O Tempo”